29.11.07

Educação de jovens e adultos


“A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é um sistema de ensino utilizado na rede pública no Brasil para a inclusão de jovens e adultos na educação formal. Em síntese, tem o propósito de desenvolver o ensino fundamental e médio com qualidade para aqueles que perderam a oportunidade de se escolarizar na época própria por arrimo ou por inadaptação. É regulamentada pelo artigo 37, da lei nº 9394 de 20 de Dezembro de 1996 (LDB).

É uma educação que passou por várias agressões por parte de muitos políticos que a não queriam, pois acreditavam que a eliminação do analfabetismo se limitava apenas em proporcionar uma educação de qualidade para as crianças e quanto aos adultos analfabetos, já tem o seu destino traçado na morte, pois a medida que são analfabetos, consequentemente não conseguem emprego e nem o seu sutento, daí acabam morrendo de fome (Crença do Senador Darcy Ribeiro). Mas devido à lutas de outros senadores e deputados, em prol de uma educação também para esses que não tiveram, muitas vezes, condições de estudar, com a formulação de projetos em favor da Educação de Jovens e Adultos, o Senador Darcy modificou o seu conceito e atribui em projeto de lei para a LDB o conceito de educação de adultos como o que está citado logo no ínicio. (GADOTTI;ROMÃO, 2005, Educação de Jovens e Adultos: Teoria, prática e proposta)” Wikipédia

“As atuais iniciativas referentes à Educação de Jovens e Adultos trabalhadores, no Brasil, adotadas pelo Governo Federal, são marcadas por duas ordens de questões, de caráter socioeconômico, que se complementam. A primeira constitui expressão histórica do quadro de distribuição profundamente desigual dos bens materiais e simbólicos, bem como da negação dos direitos fundamentais – entre os quais se destaca o direito pleno à educação – para a maioria da classe trabalhadora. A segunda, de origem recente, resulta das repercussões internas da reestruturação produtiva, do aprofundamento do processo de internacionalização do capital e da redefinição das condições de inserção dependente e subordinada do país no capitalismo internacional, a partir do final dos anos de 1980.” A educação de jovens e adultos trabalhadores brasileiros no século XXI: Formação de adultos: políticas e práticas

“Já são cerca de 4,2 milhões de alunos em todo o país. Esse número tende a crescer com os projetos de combate ao analfabetismo. Há um intenso movimento de jovens e adultos voltando à sala de aula. Quem não teve oportunidade de estudar na idade apropriada, ou que por algum motivo abandonou a escola antes de terminar a Educação Básica, está procurando as instituições de ensino para completar seus estudos. Aqueles que não sabem ler e escrever pretendem ser alfabetizados. Os que já têm essas habilidades desejam adquirir outros saberes — e diploma, naturalmente — para que tenham chances no concorrido mercado de trabalho e sintam-se cidadãos responsáveis pelos destinos do país. Nesta e na próxima edição de ESCOLA você vai conhecer um pouco mais sobre teoria e prática da Educação de Jovens e Adultos.” Educação de Jovens e Adultos: Sonia Maria Rummert

“Cerca de 781 milhões de adultos no mundo que são analfabetos, e cerca de 64% deste montante são mulheres. O Portal de Alfabetização da UNESCO visa aprimorar a capacidade da Organização em coordenar a Década das Nações Unidas para a Alfabetização [United Nations Literacy Decade - UNLD] e a Iniciativa de Alfabetização para o Empoderamento [Literacy Initiative for Empowerment - LIFE], uma estratégia global para atingir os objetivos da Década. Leia mais...

O Movimento de Educação de Jovens e Adultos do Instituto Paulo Freire é, hoje, antes de tudo, compromisso contra a discriminação e exclusão de pessoas.

Programas de educação de jovens e adultos e pesquisa acadêmica: a contribuição dos estudos do letramento: Ângela B. Kleiman



Programação...... Apresentação .......Avaliação/Vídeo


Passeio Cultural Noturno

Bem vindos ao blog spnoite.
Nossa intenção é realizar um tour(passeio) virtual pela maravilhosa cidade de São Paulo.Queremos destacar e resgatar a memória de São Paulo como a arquitetura, os monumentos históricos, as igrejas, viadutos, os centros culturais, a beleza estética de seus prédios antigos e novos, etc. Neste tour estaremos conhecendo um pouco mais sobre a geografia, a história, o meio ambiente e pessoas que contribuíram e contribuem para a formação desta metrópole que tanto amamos...


3 comentários:

zenira disse...

Penso que o tema é muito importante para a formação acadêmica de pedagogia. É um assunto pouco discutido na Universidade e portanto essas informações devem ser buscadas através de pesquisa. O texto está bem elaborado e aguça a curiosidade do leitor por mais informações.Quanto a estrutura do blog, está em conformidade com o proposto em sala de aula.

Anônimo disse...

Caramba, por isso que nada funciona no Brasil. Um texto que fala sobre educação e escreveram escolarizar com "s" no final. Uma lástima...

kitsanches disse...

Sou coordenadora da EJA em uma escola pública na região Norte de Belo Horizonte(MG). Em março resolvi criar um BLOG para divulgar o trabalho realizado na EJA da escola. O endereço do blog é : http://serejaseculoxxi.blogspot.com.br/
Se você também busca uma educação de qualidade venha fazer parte desse time... Aguardo a sua visita! Um abraço.